Menu

EXAMES E SERVIÇOS

VOLTAR

O Biolab Análises Clínicas possui equipamentos de última geração e uma equipe técnica altamente qualificada. Essa estrutura permite a realização de mais de 1.000 tipos de exames relacionados.

 
Buscar exames

Mnemônico + -
Descrição + -

Utilidade


A peroxidase tireoidiano (TPO), uma enzima que cataliza as etapas de
iodinação e acoplamento da biosíntese do hormônio tireoidiano, e
agora conhecida como o principal antígeno microssomal. O principal uso
deste exame é a confirmação do diagnóstico de tireoidite autoimune. O
anticorpo anti-TPO tem sido utilizado no lugar da determinação do
anticorpo antimicrossomal. Anticorpos anti-TPO podem ser detectados em
pessoas sem doença tireoidiana significativa. Eles não definem o
status funcional tireoidiano do paciente. Substitui com vantagens os
anticorpos antimicrossomais.


Material


SORO


Instruções


Jejum não obrigatório.


Utilidade


Triagem para gordura nas fezes, avaliação de má absorção de gordura e deficiência de sacaridases intestinais.


Utilidade


Utilizado para triagem da fenilcetonúria (PKU). A PKU é a mais frequente das aminoacidopatias.


Utilidade


Feito em casos de suspeita de dengue, que ajuda a identificar o risco de a pessoa estar realmente com a doença, uma vez que avalia a fragilidade dos vasos sanguíneos, que está aumentada nos casos de dengue.


Utilidade


Usado para avaliar os níveis de plasminogênio em uma amostra de plasma. Durante a fibrinólise, a plasmina dissolve coágulos de fibrina para evitar coagulação excessiva e fluxo sanguíneo prejudicado.


Utilidade


A pesquisa em sangue periférico é indicada no diagnóstico de malária. 


Utilidade


Diagnóstico da porfiria aguda intermitente.


Utilidade


Diagnóstico de síndromes mielomatosas.


Utilidade


Diagnóstico da ovulação; avaliação funcional do corpo lúteo; monitoramento da terapia de substituição da progesterona. 


Utilidade


Avaliação de tumores hipofisários (prolactinomas) e controle pós-tratamento; anormalidades hipotalâmicas; estudos de infertilidade, amenorréia, galactorréia e impotência.


Utilidade


Diagnóstico de síndromes mielomatosas. A proteína de Bence Jones é uma imunoglobulina, composta por dímero de cadeias leves (kappa ou lambda) de baixo peso molecular, sintetizada por plasmócitos, com uma clássica característica de solubilidade (coagulação entre 40ºC-60ºC e solubilização a 100ºC)


Utilidade


Diagnóstico das deficiências de proteína C, que se associam a quadros de trombose (congênitas ou adquiridas).


Utilidade


Avaliação da perda protéica urinária; indicador de doença renal. Habitualmente indivíduos normais não apresentam proteinúria.


Utilidade


Avaliação de doenças renais. A proteinúria não é uma doença; trata-se de um marcador clínico, indicando a existência de uma anormalidade renal evidente.


Utilidade


Diferenciação entre HBP (hiperplasia benigna da próstata) e câncer de próstata. O uso da dosagem de PSA livre/PSA total pode reduzir o número de biópsias desnecessárias em pacientes com níveis de PSA total entre 4,0 e 10,0 ng/mL. Níveis >25% (0.25): sugestivo de hipertrofia benigna. Níveis 70 anos 0-6.5 ng/mL Bibliografia: Caplan A, Kratz A.


Utilidade


Diferenciação entre HBP (hiperplasia benigna da próstata) e câncer de próstata.


Utilidade


O sangue oculto nas fezes é definido como a presença de sangue nas
fezes que requer testes bioquímicos para sua detecção. Pode ser
derivado do trato gastrintestinal alto, bem como do intestino delgado
e do colon. É utilizado como método de triagem do carcinoma coloretal
embora apresente sensibilidade baixa. O uso de anticorpo monoclonal
específico para hemoglobina humana apresenta vantagens: elimina
necessidade de dieta especial; não ha reação cruzada com hemoglobina
de outros animais; não ha efeito prozona. Uso de bebidas alcoólicas e
medicamentos anti-inflamatórios devem ser suspendidos idealmente 3
dias antes da coleta ou conforme orientação médica.


Material


Fezes


Instruções


- Antes de coletar as fezes, se necessário, urinar no vaso sanitário
para evitar a contaminação do material. Em casos de crianças utilizar
coletor de urina, se necessário.
- Evitar o uso de laxantes, contraste oral ( utilizado em exames
radiológicos) e supositórios nos 3 dias que antecedem ao exame
e no dia da coleta.
- Defecar em vasilhame limpo e seco.
- Não colher durante o período menstrual ou quando houver hemorróidas
sangrantes. Aguardar no mínimo 48 horas após o sangramento ter
cessado.
- É recomendado não ingerir bebida alcoólica nos três dias que
antecedem ao teste.
- Verificar medicamentos em uso:
Medicamentos que podem causar sangramento gastrointestinal e devem ter
o seu uso suspenso 3 dias antes da coleta ou conforme orientação médica (o medicamento so
pode ser suspenso após orientação médica): aspirina, AAS, anti-
inflamatórios não esteróide (ex.: diclofenaco), anticoagulantes,
colchicina, reserpina, vitamina C, iodo, sulfato ferroso, contraste
radiológico.


Utilidade


Os açúcares não absorvidos na porção alta do intestino delgado são detectados como corpos redutores nas fezes. Trata-se de um teste de triagem cuja positividade denota a deficiência de dissacaridases (sacarose, lactose, maltose), diferenciando diarreia secretora de osmótica (secundária a intolerância aos carboidratos). Fermentação bacteriana pode levar a falso-positivos.


Material


Fezes frescas


Instruções


- Antes de coletar as fezes, se necessário, urinar no vaso sanitário para evitar a contaminação do material. Em casos de crianças utilizar coletor de urina, se necessário.
- Evitar o uso de talco, laxantes, antiácidos, contraste oral ( utilizado em exames radiológicos) e supositórios nos 3 dias que antecedem ao exame e no dia da coleta.
- Defecar em vasilhame limpo e seco.


Utilidade


Avaliação das hipoproteinemias e hiperproteinemias.


Utilidade


Diagnóstico diferencial das hipercalcemias, hiperparatireoidismo primário, hiperparatireoidismo secundário, hipoparatireoidismo e pseudohipoparatireoidismo.


Utilidade


Auxílio diagnóstico na Trombastenia de Glanzmann, na qual a retração é praticamente nula. Também encontra-se reduzida nas plaquetopenias graves, doença de Von Willebrand e hiperfibrinogenemia.


Utilidade


O número absoluto de reticulócitos é uma medida da eritropoese e, normalmente, o sangue tem 1 reticulócito para cada 100 eritrócitos. Quando há anemia ou hipoxemia ocorre aceleração da proliferação de eritroblastos com maior liberação de reticulócitos para a periferia


Utilidade


Utilizado para identificar o alérgeno responsável pelas manifestações alérgicas de um indivíduo.


Utilidade


Utilizado para identificar o alérgeno responsável pelas manifestações alérgicas de um indivíduo.


Utilidade


Os anti-SSA/Ro são anticorpos contra o antígeno Ro, que é uma
proteína citoplasmática ligada ao RNA, cuja função é desconhecida.
Esta presente em cerca de 90% dos pacientes com Síndrome de Sjogren
primaria (SS), e 15% dos casos de SS associado à AR. No Lúpus
eritematoso sistêmico (LES) é detectado em 40% dos casos, onde marca
as seguintes formas clínicas: lúpus eritematoso neonatal; lúpus
eritematoso subcutâneo; deficiência homozigótica de C2 e C4; LES com FAN
falso negativo (o antígeno SSA/Ro pode ser lavado durante a fixação
celular levando a resultados negativos na imunofluorescência); LES com
pneumonite intersticial. Pode estar presente em ate 15% da população
normal.


Material


Soro


Instruções


Jejum Obrigatório de 8 horas


Utilidade


Usado para diagnosticar uma infecção ativa ou para determinar se uma pessoa teve uma infecção anterior.


Utilidade


Diferenciação diagnóstica de infecção recente e passada por rubéola. A medida da avidez baseia-se no grau de maturação dos anticorpos IgG no decurso da resposta humoral. Quanto mais avançado o grau de maturação tanto mais elevada é a proporção de anticorpos altamente ávidos. Avidez baixa da IgG é indicativa de infecção primária ao passo que avidez elevada é sugestiva de infecção pregressa. 


Utilidade


Diagnóstico de rubéola congênita, pós-natal, determinação de imunidade após doença ou vacinação. 


Utilidade


Diagnóstico de infecção aguda de rubéola. A rubéola é uma doença sistêmica, transmitida por inalação de gotículas infectantes. 


1 |  2 |  3 |  4 |  5 |  6 |  7 |  8 |  9 |  10 |  11 |  12 |  13 |  14 |  15 |  12 Páginas de 15