Menu

EXAMES E SERVIÇOS

VOLTAR

O Biolab Análises Clínicas possui equipamentos de última geração e uma equipe técnica altamente qualificada. Essa estrutura permite a realização de mais de 1.000 tipos de exames relacionados.

 
Buscar exames

Mnemônico + -
Descrição + -

Utilidade


Útil na avaliação do equilíbrio entre cálcio e fósforo e no estudo dos cálculos urinários. Níveis urinários elevados são encontrados no
hiperpratireoidismo, deficiência de vitamina D, uso de diurético, acidose tubular renal e Síndrome de Fanconi. Níveis baixos são
encontrados na desnutrição, hipoparatireoidismo, pseudohipopratireoidismo, uso de anti ácidos e intoxicação por vitamina D. Várias drogas podem interferir na determinação do fósforo urinário: acetazolamida, aspirina, diltiazen, sais de alumínio, bicarbonato, calcitonina, corticoides e diuréticos.


Material


Urina 24 Horas


Instruções


- A higienização da genitália é realizada com água e sabão neutro.
- Nas mulheres, lavar e secar sempre de frente para trás. Nos homens lavar retraindo o prepúcio para uma adequada limpeza do meato uretral.
- Informar todo o volume urinário coletado no período de 24 horas.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


Os fosfolípides são indispensáveis ao metabolismo
intermediário das lipoproteínas representando parte considerável
dessas. Aumento dos seus níveis ocorre nas dislipidemias tipo II e
III de Frederickson, hepatites colestaticas, hipotireoidismo e
síndrome nefrótica. Valores baixos ocorrem na desnutrição e
hipolipemias familiares.


Material


Soro


Instruções


Jejum obrigatório de 12 horas ou conforme orientação médica.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


Utilizado para identificar o alérgeno responsável pelas manifestações alérgicas de um indivíduo.


Material


Sangue total EDTA


Instruções


Jejum não obrigatório.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


O teste de ferritina é utilizado no diagnóstico e seguimento de anemias ferroprivas e hemocromatose.
A dosagem de ferritina reflete o nível de estoque celular de ferro. Pode estar aumentada em etilistas ativos e em indivíduos com outras doenças hepáticas como hepatite autoimune e hepatite C. Na presença de doença hepática, em estados inflamatórios como artrite reumatóide, doenças malignas ou terapia com ferro, a deficiência do ferro pode não ser refletida pela ferritina sérica. Encontra-se aumentada em desordens infecciosas e inflamatórias. A ferritina é um reagente de fase aguda.


Material


Soro


Instruções


Jejum não Obrigatório


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


É o resultado da ligação da glicose com a albumina ou outras
proteínas. Reflete o controle dos níveis glicêmicos nas últimas 2 a 3
semanas. Níveis baixos são encontrados na desnutrição. Não deve ser
utilizado para diagnostico de diabete melito, sendo útil nos pacientes
com hemoglobinopatias para monitorização do tratamento.


Material


Soro


Instruções


- Jejum não obrigatório.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


O FSH estimula os folículos ovarianos na mulher e a espermatogênenese
no homem. É secretado de maneira pulsátil, menos evidente que o LH. O
FSH encontra-se em nível relativamente elevado no primeiro ano de
vida, decrescendo a níveis muito baixos durante a infância e elevando-
se na puberdade até níveis de adulto. O FSH eleva-se nas deficiências
ovarianas ou testiculares, nos quadros de tumores secretores de
gonadotropinas e menopausa. Encontra-se em valores inadequadamente
baixos em doenças hipofisárias ou hipotalâmicas e na produção ectópica
de hormônios esteróideos. Eleva-se precocemente na instalação da
menopausa. Na Síndrome dos Ovários Policísticos e valorizada sua
relação com o LH, na qual os valores de LH se elevam. É dosado,
principalmente, por mulheres submetidas a fertilização "in vitro" e
crianças avaliadas para puberdade precoce.


Material


Soro


Instruções


- Jejum não obrigatório.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


Diagnóstico da sífilis. A pesquisa dos espiroquetas de Treponema pallidum no material obtido da lesão confirma o diagnóstico da sífilis primária ou secundária. 


Material


Soro


Instruções


- Jejum não obrigatório.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


 Diagnóstico das deficiências congênita e adquirida de fator VIII


Material


Plasma (Citrato)


Instruções


Jejum desejável de 4 horas.
É obrigatório a informação de dados clínicos do paciente no campo observação, tais como:
- Indicação clínica do exame
- Paciente em uso de anticoagulante?
- O paciente tem história de sangramento?
- O paciente tem história familiar de sangramento?


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


Ver FTA - ABS - Anticorpos IgG.


Material


Soro


Instruções


- Jejum não obrigatório.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


 Diagnóstico de deficiência congênita e adquirida de fator X; avaliação de tempo de protrombina e/ou de tempo de tromboplastina parcial ativada prolongados; avaliação da função. 


Material


Plasma (Citrato)


Instruções


Jejum de 8 horas.
É obrigatório a informação de dados clínicos do paciente no campo observação, tais como:
- Indicação clínica do exame
- Paciente em uso de anticoagulante?
- O paciente tem história de sangramento?
- O paciente tem história familiar de sangramento?


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


Utilizado no diagnóstico rápido de infecções fúngicas em diversos materiais clínicos.


Material


Diversos


Instruções


- O paciente não deve estar em uso de antifúngicos de uso tópico ou oral no momento da coleta. Após o uso destes medicamentos , deve aguardar, no mínimo, 15 dias para se realize a coleta ou conforme orientação do médico.
- Pomadas e cremes comuns (lavar e realizar a coleta no dia seguinte).
- Esmalte (retirar e voltar após no mínimo 72 horas para a coleta).
- Unha com limpeza em manicure e pedicure (aguardar 15 dias).
- Não tomar banho no dia da coleta.
- Não lavar o couro cabeludo ou região da barba no dia da coleta.
- Orientar o paciente a lavar e secar os pés no dia anterior à coleta e ir ao laboratório com calçado fechado.
- Sempre que possível, informar a suspeita médica para direcionar melhor a pesquisa.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


 Avaliação de alterações da coagulação. O fenótipo de resistência à ação da proteína C ativa (PCa) está associada aos perfis genéticos heterozigoto e homozigoto para a mutação pontual G1691A do gene do fator V (Fator V de Leiden). 


Material


Sangue total EDTA


Instruções


Jejum não obrigatório.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


O fator de von Willebrand (FvW) é um polímero proteico plasmático com duas importantes funções na hemostasia: promover a adesãoplaquetária no sítio da lesão, transportar e estabilizar o fator VIII no plasma. A doença de vW é causada por deficiências hereditárias quantitativas ou qualitativas no FvW. O diagnóstico da doença de vW é desafiador pois muitas varáveis pré-analíticas podem interferir nos resultados dos exames. Ciclos de congelamento e descongelamento parciais das amostras podem levar à degradação dos multímeros e a falsos valores baixos do antígeno. É recomendado a repetição do teste em outra amostra para a confirmação de resultados alterados.


Material


Plasma (Citrato)


Instruções


Jejum não obrigatório.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


A Gastrina é um hormônio produzido pelas células G, distribuídas em todo o tubo digestivo.
A dosagem de gatrina é fundamental no diagnóstico da Síndrome de
Zollinger-Ellison (Gastrinoma), em que os níveis séricos encontram-se acima de 1.000
pg/mL.
Hipergastrinemia também pode ser encontrada na gastrite atrófica,
anemia perniciosa, na dispepsia, na úlcera gástrica e duodenal, no
carcinoma gástrico, na insuficiência renal crônica e após vagotomia.
Porém, nestas situações os níveis de gastrina não atingem valores tão
elevados quanto na Síndrome de Zollinger-Ellison.
A dosagem de gatrina pré e pós cirurgia, em pacientes com úlcera
péptica, e um bom indicador da eficiência da terapêutica cirúrgica.


Material


Soro


Instruções


Jejum não obrigatório.
- Antes da coleta, o cliente deverá suspender o uso de medicamentos inibidores
da bomba protoiônica (omeprazol e correlatos) por um período mínimo
de 7 dias e desejável de 14 dias ou conforme orientação médica.
- Medicamentos bloqueadores H2 (cimetidina, ranitidina e correlatos) devem ser suspensos
por um
período mínimo de 4 dias e desejável de 7 dias ou conforme orientação médica.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


Usada para avaliar a oxigenação e o equilíbrio ácido-base. É pedida quando há um desequilíbrio ácido-base ou quando há problemas respiratórios. Podem ser pedidos outros exames ao mesmo tempo, como eletrólitos, para avaliar o equilíbrio eletrolítico, glicose, para pesquisar diabetes, e ureia e creatinina, para avaliar a função renal.


Material


Sangue total heparinizado.


Instruções


Informar:
- Horário da coleta.
- Se foi feito repouso de 15 minutos antes da coleta?
- Se faz uso de oxigenoterapia - Há quanto tempo?
- Se sente algum sintoma como cansaço (fadiga), falta de ar, tonteira, cianose (coloração azulada) e/ou outros?
- Se é fumante - Há quanto tempo?
- Se faz uso de alguma medicação - Qual?
- Se tem algum problema respiratório (asma ,bronquite, enfizema, pneumonia, outros)?
- Doença cardíaca? Doença renal? Apnéia do sono? Outras?
- Obesidade?

Agendar coleta no Hospital Vital.
Encaminhar o paciente com cópia do pedido e protocolo ao Hospital Vital.

NÃO REALIZAMOS GASOMETRIA ARTERIAL, ATRAVÉS DO AMBULATÓRIO.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


É um marcador sensível de colestase hepatobiliar e do uso de álcool.
Nos quadros de icterícia obstrutiva níveis 5 a 50 vezes acima do
normal são encontrados. GGT duas vezes maior que o valor de referência
com razãoTGO/TGP > 2:1 sugere consumo alcoólico. Nas neoplasias de
fígado valores elevados podem ocorrer. Níveis de GGT podem elevar-se
durante o uso de fenitoína, fenobarbital, carbamazepina, ácido
valpróico e contraceptivos. Diminuição dos valores podem ocorrer no
uso de azatioprina, clofibrato, estrogenos e metronidazol.


Material


Soro


Instruções


- Jejum não obrigatório.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


Medir a quantidade de glicose no sangue no momento da coleta.


Material


Soro


Instruções


- Jejum obrigatório de 8 a 10 horas conforme orientação médica.
- Em caso de crianças, seguir orientação médica.
- A coleta deve ser realizada no período da manhã, até as 12:00 horas.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


A deficiência de G6PD é uma enzimopatia comum, genética, ligada ao cromossomo X. Incide em ate 10% da população. Acarreta susceptibilidade a crises de hemólise, induzida por drogas (sulfas, anti-maláricos, paracetamol, anti-histamínicos), infecções bacterianas e viróticas e pela ingestão de fava. Pode se manifestar com anemia esferocítica e ictería neonatal. Níveis elevados de G6PD podem ser encontrados ao nascimento (até 12 meses de idade) e em outras situações em que ocorram predomínio de hemácias jovens (ex.: anemias hemolíticas) sem significado patológico. Na ocorrência de níveis baixos no teste do pezinho, deve-se realizar a dosagem de G6PD no sangue. Detecção molecular da mutação 202 (G-A) da G6PD também está disponível.


Material


Sangue total EDTA


Instruções


Jejum desejável de 4 horas.


DOWNLOAD PDF
 

Material


Urina 24 Horas


Instruções


- Urina de 24 horas coletada em intervalos de 6/6 horas.
- Manter as amostras refrigeradas desde o início e registrar o período de coleta de cada fração.
- Informar o volume urinário de cada fração coletada. Exemplo.
. Colher de 06:00 as 12:00 horas
. Colher de 12:00 as 18:00 horas
. Colher de 18:00 as 24:00 horas
. Colher de 24:00 as 06:00 horas
- Não fazer esforço físico durante a coleta.
- O cliente deve manter sua rotina diária.
- Não é necessário aumentar a ingestão de líquidos, exceto sob orientação médica.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


Diagnóstico de má absorção de gordura devido a distúrbios pancreáticos ou intestinais. Monitorização do tratamento dos distúrbios de má absorção. 


Material


Fezes


Instruções


Antes de coletar as fezes, se necessário, urinar no vaso sanitário para evitar a contaminação do material. Em casos de crianças utilizar
coletor de urina, se necessário.
- Evitar o uso de talco, laxantes, antiácidos, contraste oral ( utilizado em exames radiológicos) oleo de rícino e supositórios nos 3 dias que antecedem ao exame e no dia da coleta.
- Defecar em vasilhame limpo e seco.
- Evitar contaminação por gordura, água ou outro elemento.
- Colher todo o volume de fezes 24, 48 ou 72 horas, após 3 dias de
dieta ( manter a dieta ate encerrar a coleta) ou conforme orientação médica.
- Conservar o material na geladeira durante a coleta.
- Entregar ao laboratório o mais rápido possível após a coleta.

- Seguir dieta especifica:
* Dieta:
- Iniciar a dieta 03 dias antes e durante o período da coleta.
* Crianças abaixo de 1 ano não é necessário dieta.
* Jovens e adultos, acrescentar a dieta habitual diária distribuindo durante as refeições do dia:
- 03 colheres (sopa) de azeite
- 02 colheres (sopa) de creme de leite
- 01 colher (sopa) de manteiga
- 02 pedaços de queijo prato.
* Idade de 06 a 14 anos: seguir metade da dieta para adultos.
* Idade de 02 a 05 anos: seguir 1/3 da dieta para adultos.
* Idade de 01 a 02 anos: manter dieta normal, acrescentando creme de leite e queijo prato.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


Dosagem de GLicose pós a ingestão do desjejum.


Material


Plasma Fluoretado


Instruções


Orientar o paciente a realizar o desjejum de acordo com sua rotina.
Contabilizar 2 horas após o término do desjejum, e retornar ao laboratório para a coleta do material.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


Dosagem de glicose sérica, após 120 minutos da ingestão da refeição.


Material


Plasma Fluoretado


Instruções


- Ao iniciar a alimentação, marcar o horário, aguardar 2 horas, a partir do início da refeição e retornar para colher o exame (chegar ao laboratório 10 minutos antes da coleta).


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


Os antígenos eritrocitários são geneticamente determinados e podem ser classificados em diversos sistemas. Os de maior expressão são os sistemas ABO e Rh ou CDE. Os anticorpos do sistema ABO são naturais, enquanto os do Rh/CDE ocorrem em situações patológicas. A determinação dos antígenos eritrocitários deve ser feita para transfusão, transplantes e avaliação pré-natal.


Material


Sangue total (EDTA)


Instruções


Soro - Não realizamos o exame em sangue de cordão umbilical


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


Os antígenos eritrocitários são geneticamente determinados e podem ser classificados em diversos sistemas. Os de maior expressão são os sistemas ABO e Rh ou CDE. Os anticorpos do sistema ABO são naturais, enquanto os do Rh/CDE ocorrem em situações patológicas. A determinação dos antígenos eritrocitários deve ser feita para transfusão, transplantes e avaliação pré-natal.


Material


Sangue total EDTA


Instruções


Jejum não obrigatório.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


A glicosúria pode ser utilizada no acompanhamento de pacientes diabéticos. Crianças e grávidas podem apresentar glicosúria por diminuição do limiar renal. Não serve para monitorização do tratamento.


Material


Urina


Instruções


Colher preferencialmente no laboratório a 1ª urina da manhã ou com intervalo de 4 horas entre as micções. Fazer higiene da genitália com água e sabão, secar, desprezar o 1º jato de urina e coletar o jato do meio.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


Rastreamento das infecções pelo vírus HTLV 1 e 2. Os vírus HTLV 1 e 2 são pertencentes à família dos Retrovirus, não estando associados a infecções pelo HIV. Em 95% dos casos ocorre infecção desprovida de alterações clínicas. Nos 5% restantes, pode haver evolução para leucemia de células T (em adultos), parapresia tropical espástica e doenças crônicas musculares. Os testes enzimáticos não distinguem entre HTLV 1 e HTLV 2. 


Material


Sangue total EDTA


Instruções


Jejum não obrigatório.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


O vírus da Hepatite A é um RNA vírus de transmissão fecal-oral, por contato inter pessoal, água ou alimentos contaminados. Período de incubação varia de 10 a 50 dias, sendo a infecção subclínica em 90% dos menores de 5 anos e 70 a 80% dos adultos. Anti-HAV IgG: é detectado logo após Anti-HAV IgM e seus títulos aumentam gradualmente com a infecção, persistindo por toda a vida e indicando imunidade. A resposta imunológica à vacina contra hepatite A é fundamentalmente do tipo IgG, sendo que o Anti-HAV IgG pode não ser detectado após vacinação, uma vez que os títulos de anticorpos induzidos pela vacina são, em geral, mais baixos que os induzidos pela infecção natural. Na pratica, não e indicado a mensuração dos títulos de anticorpos após a vacinação, uma vez que o limiar de corte dos testes comercializados é superior ao nível mínimo reconhecido como protetor.


Material


Soro


Instruções


Jejum não obrigatório.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


São anticorpos contra o antígeno do core do vírus B. O anti-HBc IgM surge ao mesmo tempo que as alterações das transaminases na infecção aguda (1 a 2 semanas após o HBsAg) e rapidamente alcança títulos elevados. Encontra-se positivo na infecção aguda e durante a exacerbação da doença crônica ativa. Juntamente com o HBV DNA, podem ser os únicos marcadores de infecção neonatal ou quando quantidades pequenas de HBsAg são produzidas (hepatite fulminante). Nos 4 a 6 meses subsequentes, Anti-HBc IgM predomina com queda moderada e aumento dos títulos de anti-HBc IgG. Em infecções auto-limitadas, o anti-HBc IgM se torna indetectável em poucos meses, embora títulos baixos possam ser encontrados por até dois anos. Em infecções crônicas de baixo grau, anti-HBc IgM também é indetectável ou com títulos baixos, mas usualmente apresenta picos quando a replicação viral se exacerba. Pode ser o único marcador da hepatite na janela entre o desaparecimento do HBsAg e surgimento do Anti-HBs. Após um período de 4 a 6 meses todo o anti-HBc é do tipo IgG e persiste por toda a vida em > 90% dos pacientes. Assim sua presença indica infecção atual ou prévia pelo HBV. Este anticorpo não confere imunidade. Pacientes positivos para Anti-HBc IgG mas negativos para HBsAg e Anti-HBs podem ocorrer nas seguintes situações: a) falso-positivo (doenças auto-imunes, hipergamaglobulinemia, mononucleose); b) anticorpos adquiridos passivamente; c) infecção recente em periodo de janela imunológica (HBsAg ja depurado e anti-HBs ainda negativo); d) infecção crônica, com níveis de HBsAg baixos; e) infecção prévia pelo HBV com anti-HBs indetectável.


Material


Soro


Instruções


Jejum não obrigatório.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


O antígeno E é detectável no sangue ao mesmo tempo que HBsAg. Sua presença denota replicação viral e infecciosidade. O desaparecimento do HBeAg é indicativo de redução da replicação viral, embora não exclua essa possibilidade (variante HBeAg-minus). Nos casos auto- limitados, soroconversão ocorre em poucas semanas, surgindo o Anti- HBE. Na evolução para formas crônicas, com o HBsAg persistindo por mais de 6 meses, a presença do HBeAg geralmente corresponde a um prognóstico de maior gravidade.


Material


Soro


Instruções


Jejum não obrigatório.


DOWNLOAD PDF
 

Utilidade


A hepatite B é causada por um vírus envelopado de DNA circular, da família Hepadnaviridae. Cerca de 10% das infecções pelo HBV tornam-se crônicas, variando o quadro clínico desde o estado de portador assintomático à hepatite crônica ativa, que pode evoluir para a cirrose hepática e câncer hepatocelular. A pesquisa de DNA do HBV no soro é o marcador mais sensível na avaliação de infectividade e replicação viral em pacientes portadores crônicos. Útil no diagnóstico de infecção por cepas mutantes (HbeAg negativo) ou quando a sorologia é negativa (cerca de 90% dos casos de hepatite crônica de etiologia indeterminada apresentam PCR-HBV positivo). A presença de um resultado negativo não descarta a possibilidade de inibidores na amostra ou viremia abaixo do limite de detecção do teste (sensibilidade: acima de 100 copias/mL de soro).


Material


Soro - 2 TUBOS


Instruções


Jejum não obrigatório.


DOWNLOAD PDF
 
1 |  2 |  3 |  4 |  5 |  6 |  7 |  8 |  9 |  10 |  11 |  12 |  13 |  14 |  15 |  16 |  17 |  9 Páginas de 17